R. Sete de Setembro, 363 - Americana, SP
55 (19) 3461.7048 - (19) 3461.1865
ipamericana@ipamericana.org.br
Tema do Mês
Fé centralizada na pessoa de Cristo
Lucas 2. 11
 
 
 
Quem Somos
 
História
Missão e Visão
Equipe Pastoral
Conselho
Junta Diaconal
Missionários
Seminarista
Congregações
Atendimento
 

A Igreja Presbiteriana de Americana tem suas origens na imigração americana ocorrida entre 1866 a 1890. Assim começa o primeiro livro de atas da Igreja: “Finda a Guerra civil nos Estados Unidos da América do Norte. Desgostosos com o desfecho da luta, rumaram para o Brasil muitos norte-americanos sulistas. (…) Por uma coincidência fortuita, a zona de Santa Bárbara, compreendida pelo atual município Barbarense, e o nosso de Americana, viu desembarcar em seu solo, na estação da Companhia Paulista, precisamente nos anos de 1865 a 1868, a primeira grande leva de refugiados anglo-saxônicos, os quais trouxeram ordens de nosso Governo Supremo, então sob a regência do inesquecível Imperador D. Pedro II, de aqui se abrigarem e se estabelecerem da melhor forma possível. Com eles, para aqui vieram suas famílias, muitas das quais conservam pessoas descendentes residindo ainda conosco, como as seguintes: Hall, Muller, Pyles, Tawsend, Norris, Mac-Knight, Smith, Ferguson, Jones, além de outras. E mais uma infinidade, tão ilustres como as citadas, e que deixaram seus nomes ligados à história do nosso progresso. O desembarque dos norte-americanos foi de tal proporção na estação local que, bem logo, esta estação começou a ser conhecida pelo nome de “Estação dos Americanos” e depois “Estação da Vila Americana”, nome este que por muito tempo permaneceu, para dar lugar ao atual de “Americana”.

Assim nasceu a cidade de Americana – Assim nasceu a Igreja Presbiteriana de Americana. Júlio Andrade Ferreira registra a presença da Igreja, com 13 membros e dois pastores, isto em junho de1870. Ainda segundo Ferreira, os nomes dos dois pastores são: Rev. William C. Emerson e Rev. J. R. Baird (FERREIRA, 1992, p. 112).

O primeiro templo data de 1894 ou 1895. O construtor e doador do terreno foi o Sr. Charles Hall. Na inauguração do templo em 12 de junho, às 12h, foram dirigentes da sessão solene de dedicação os Reverendos Álvaro dos Reis e Dr. John R. Smith. Nesta época a igreja não tinha cor denominacional. A igreja era conhecida como “Igreja Protestante”.

Em 1911 funcionou a primeira Escola Dominical. Neste ano nossa igreja foi beneficiada com a chegada de uma família portuguesa, de origem batista, os “Ferreiras”. Foi o primeiro superintendente da Escola Dominical o Sr. Zeferino Ferreira. Em 1919 a igreja contou com a colaboração de outra família batista, do Sr. José Kinchin. O auxílio desta família na história da igreja é tido “como real e inestimável valor”.

Nesta época, “podem ser citados como grandes vitórias as conversões, que então se deram, das famílias Artur José da Rocha, Alfredo Rangel, José de Abreu e o despertamento da família de José Inácio de Souza, residente na fazenda Salto Grande.

Em 1926, nossa igreja passou a ser congregação subordinada à Igreja Presbiteriana de Santa Bárbara D´Oeste, recém organizada. A igreja experimentou neste período um momento difícil. As portas do templo foram lacradas. A igreja ficou na penumbra. A luz só voltou em 1927 com um grupo de quatro irmãos de Limeira: Caetano Vivona, Antonio da Silva, Sebastião de Oliveira e o seminarista, e, mais tarde pastor da igreja, Benedito Alves da Silva. No dia 09 de março de 1927, às 13h, nas portas do templo, de joelhos, “suplicaram ao Pai das luzes, a direção para o trabalho que se reiniciava”. Neste novo período foi organizada uma nova Escola Dominical com três classes; Bereanas, de senhoras, sob a direção de Sebastião de Oliveira: Benjamim César, de homens, sob a direção de Caetano Vivona: e Cordeirinhos, de crianças, sob a direção de Alice Campos Vieira. Desta época em diante as atividades da igreja não sofreram nenhuma interrupção. Ao contrário, só se ampliaram mais e mais.

Foram pastores desta época de congregação: Rev. Avelino Boamorte – de 1927 a 1930; Rev. Alva Hardie – de janeiro a abril de 1931: Rev. Basilio Braga de setembro a dezembro de 1931; Rev. José Borges dos Santos Junior e Rev. Alberto Zanon nos anos seguintes.

Digno de registro é a chegada, em 1937, da família do Presbítero Domingos Denucci, “família grande e animada”. Mais tarde outra família numerosa vem reforçar a luta: a família de José Aranha Neto. Assume o pastorado da Congregação o Rev. Ernesto Alves Filho. Em 1940 a Congregação resolve fazer uma reforma geral no velho templo (de 1894 ou 1895), dando início à mesma em 1941. O templo, completamente reformado, foi inaugurado em 30 de novembro de 1941. Na festa de inauguração, três pregadores: o pastor, Rev. Ernesto Alves Filho; o Rev. Alva Hardie e o Rev. Filipe Landes. A Congregação de Americana pertenceu até então ao Presbitério de Minas, tendo sido subordinado primeiramente à Igreja de Campinas e, depois, à Igreja de Santa Bárbara D´Oeste.

Em 15 de março de 1942, sob o pastorado do Rev. Ernesto Alves Filho, organizou-se em Congregação Presbiterial com 59 membros professos. Foram seus pastores nesta época: Rev. Ernesto Alves Filho; Rev. Benedito Alves da Silva e Rev. Paulo Villon, em cujo pastorado aconteceu a organização da igreja, em 17 de agosto de 1947, com 9 membros professos e 78 não comungantes.

De 1947, ano da organização em igreja, até agora, foram pastores da igreja: Rev. Paulo Villon – agosto a dezembro/1947; Rev. Felipe Landes – 1948 – 1949; Rev. Nephtali Vieira Junior – 1950 – 1959; Rev. Milton Othon  Albuquerque Leitão – 1960 – 1961: Rev. Osmundo Afonso Miranda – 1962 -1963; Rev. Antonio Lemos da Silveira – 1963 a 1968; Rev. Cícero Satlher – 1969 a  1979;  Rev. Joás Dias de Araújo –janeiro/1980 a  janeiro/2003; Rev. Ailton Gonçalves Dias Filho – 1992 até a presente data; Rev. Jabis Ipólito de Campos Junior – 2007 até a presente data. Veja mais informações sobre os pastores da IPA no ícone “Galeria de Pastores” de nosso site.

(Se deseja conhecer mais sobre a chegada dos imigrantes norte-americanos, adquira o livro “Terra de Refúgio” do Rev. Ailton Gonçalves Dias Filho, na secretaria da IPA)

 
 
IPA . Igreja Presbiteriana de Americana © 2014-2015 . Todos os direitos reservados . Criado por DRW Integrada
 
Quem Somos Sociedades Ministérios Informações Contatos
Notícias
Agenda
Boletim Semanal
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Mensagens
Estudos
IPA TV
Fale Conosco
Atendimento
Congregações
Cadastre-se